domingo, 10 de setembro de 2017

Contra tudo e contra todos...e também contra os tolos.

As primeiras 5/6 jornadas que durante tantos anos de corrupção arrumavam com a possibilidade (às vezes apenas) académica de o Benfica chegar a Dezembro ainda com possibilidades reais de lutar pelo titulo, estão praticamente passadas. Toda esta berraria concertada é consequência da falência do esquema que durante décadas lhes deu excelentes resultados. Nada de muito complicado mas letalmente eficaz. Calendários feitos à medida, deslocações complicadas no inicio, arbitragens manhosas, pressão brutal sobre as contratações e o miserável achincalhar diário de um ou dois jogadores do Benfica. 

Pensam que a questão do defesa direito e do central, mais o numero oito, o defesa esquerdo e um substituto do Fejsa, são coisa nova de agora? Pensam que só o Rafa é que parece ter desaprendido de jogar? Pensam que a vergonhosa campanha contra o Eliseu é obra do acaso? Já ninguém se lembra do Emerson, do Melgarejo, do Jardel, do Roberto - alvo da maior e mais reles canalhice que eu vi fazer a um jogador de futebol - e tantos outros "patinhos feios". Ah, e tal, porque "esses jogadores não eram jogadores para o Benfica". Pois não eram. Com não eram o Nené, o Luisão e o Abel Xavier, outro dos achincalhados da Luz, que depois do Benfica jogou no PSV Eindhoven, Everton, Liverpool, Galatasaray, Hannover, Roma, Middlesbrough...

É um esquema repetido - ano após ano - a quem boa parte dos adeptos do Benfica (ainda) adere sem pestanejar. O gangue do assobio...os patinhos feios que todas as épocas são pressionados e achincalhados na comunicação social e (mais recentemente) nas redes sociais - não tem paralelo em mais nenhum clube português. «Joguem à bola, palhaços» - é o que sempre se ouve após um golo sofrido em claro fora-de-jogo ou um penalti por assinalar a dois minutos do fim. A raiva dos adeptos foi sempre muito bem canalizada pela imprensa para cima da direcção e dos jogadores, especificamente um ou dois (os patinhos feios) escolhidos a dedo durante a pré-época. O que mudou? Nada. Somente a estabilidade e a enorme qualidade do Benfica, que antes se deixava abater ao primeiro abanico e que agora os obriga a chafurdar no penico. E porque a imprensa vende incomparavelmente mais nas derrotas do Benfica, cala quando convém, empola à medida que mais vende, e continua a potenciar e a dar cobertura ao esquema...

O Braga, do cretino Abel, deixou de fora os dois laterais titulares emprestados pelo sporting, no jogo com o clube da fruta. Depois de Matheus Pereira (emprestado pelos sapos ao Chaves) ser expulso antes da visita a Contumil, Francisco Geraldes também vai falhar a recepção do Rio Ave ao foculporto da próxima jornada da Liga. O médio cedido pelos compadres do alvalixo foi expulso na Madeira, frente ao Marítimo, punido com vermelho directo. Nós sabemos que os emprestados não podem jogar contra os clubes de origem. Nada contra. É igual para todos. O que me está a escapar é se também há uma lei que impeça os emprestados dos sapos de jogar contra o compadre da fruta. - Eu arranjo-te um sorteio à medida até nos defrontarmos najantas e tu tratas de impedir que os teus emprestados se esgadanhem contra nós. Terá sido assim que, entre uma lambidela e uma chupadela, francisco traques deu a volta sua puta saraiva?

Aos 90 minutos, jogando com menos um no estádio da Luz, os jogadores do Portimonense ainda corriam mais que os do Benfica, pressionando-os em todo o terreno, inclusive na reposição de bola de Bruno Varela! Isto, meus caros, por muita motivação e incentivos que existam para derrotar o Tetracampeão Nacional, não me parece assim tão normal. Eu não tenho nada contra a motivação extra das equipas que defrontam o Benfica. Tenho tudo contra as mesmas equipas que estendem uma passadeira aos rivais do Benfica. A correlação de forças não pode ser cozinhada fora do campo. 

Veja-se a quantidade de guarda-redes que fazem a melhor exibição da época contra o Benfica e compare-se com a quantidade de vezes que os guarda-redes (não) são considerados o «melhor em campo» nos jogos com os compadres da fruta e do cuspe. Veja-se a quantidade de equipas que "escolhem" os jogos com o foculporto e sporting para fazerem a pior exibição da época e comparem-se as suas performances quando defrontam o Benfica. Comparem-se os resultados das equipas nos dois/três jogos seguintes após defrontarem Benfica, foculporto e sporting e percebam-se as consequências do (não) desgaste em termos de exibições...e pontos (não) conquistados.

A atitude dos treinadores - antes, durante a após os jogos - nada têm de parecido quando defrontam os nossos adversários. Vítor Oliveira não foi apenas deselegante com o Benfica e com Salvio. Faltou também ao respeito a André Almeida e voltou a agarrar-se aos orçamentos como antes o fizeram, Domingos Paciência e Abel. Não foi porco como os treinadores do Braga e Belenenses, mas percebeu-se muito bem onde gosta de beber e também a origem da fonte. Benfica; contra tudo e contra todos...e também contra os tolos;

Aí está o efeito "véspera de Champions League". O Real Madrid empatou em casa com o Levante, recém-promovido e campeão da 2.ª divisão espanhola na temporada passada. O Bayern de Munique perdeu fora por 2-0 (certamente afundado por Renato Sanches, não é, rascord?) e o Manchester United de José Mourinho não foi além de um empate com o Stoke City. Dificuldades naturais que em Portugal demasiada gente ainda não conseguiu compreender. 

34 comentários:

  1. Falando em liga dos canpeões,estou com fé na competição. Não que ache que o Benfica a vá ganhar, mas sim porque vai ser importante para o nosso campeonato. É que isto dos dragartos ganharem as primeiras jornadas não é novidade nenhuma e aconteceu nas temporadas anteriores. O problema (para eles) vem com o começo da champions porque não têm nem mentalidade nem plantel pra jogarem duas competições numa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora ai está, a Champions vai ser mesmo um factor de peso pelo menos entre Setembro e Dezembro, veremos se no final da fase de grupos eles continuam com tanta pujança como agora!

      Quanto ao texto do Guachos, alto nível como sempre!
      Como já disse no post anterior, todo este circo montado à volta do Benfica pelos aziados é a mostra mais cabal do desespero, é nojento mas ao mesmo tempo hilariante ver os esforços (confio que em vão) deles para desestabilizar o Glorioso do seu caminho.

      A diferença é que realmente hoje em dia temos um clube mais blindado a manhas.

      Veremos então que Boavista (Boavista-Benfica) e que Rio Ave (Rio Ave-Porto) teremos em campo na próxima jornada.

      PS: Os lagartos foram bafejados pela sorte...o presidente caiu na cama doente!

      Eliminar
  2. Belo texto Guachos, a desmascarar o que muitos já perceberam que está a acontecer.

    Se nós vimo-nos aflitos contra o Portimonense na Luz, e contra 10, a jogarmos mal sim é verdade, mas também com eles a jogarem como se fosse a final de uma competição oficial; o Sporting foi o que se viu, o costume aliás, mais de 10 minutos de descontos é uma espécie de "tonelada" no final; e o Porto até aos 80 minutos tinha o jogo completamente em aberto e jogava em casa.

    A diferença depois são as capas dos jornais e o tratamento paternalista que ambos recebem, enquanto nós somos escrutinados em toda a linha, estão bem organizados já percebemos, melhor que nunca talvez, mas oxalá nem assim o consigam.

    Já agora aos maus resultados das equipas que vão jogar a Champions esta semana podemos juntar o empate do Olympiakos e a tareia que o Mónaco levou, e haverão outros mais para juntar aqui.

    Força Benfica, rumo ao P3n7a!

    ResponderEliminar
  3. Grande texto! Está tudo dito! São factos, não são teorias conspiratórias!

    ResponderEliminar
  4. Mais uma vez

    MUITO OBRIGADO

    Pela análise clara do que tem sido o Frutabol português

    Os Porcos que só ganham com corrupção
    Os Sapos lambe cus dos Porcos que nunca ganham
    Os jogadores adversários cheios de "amarelinha" e notas verdes e azuis no bolso
    Os treinadores filhos da puta que destilam ódio ao Benfica porque sabem que não tem categoria para um dia treinarem um clube grande
    A comunicação social que lambe a merda dedicada por Porcos e Sapos sempre a despezar e a insultar o Benfica tentando fazer de Porcos e Sapos clubes grandes para estes treinadores de merda poderem ser mais que um vendedor de pipocas

    José Pena

    ResponderEliminar
  5. Caro GV,

    não espante! Tudo coincidências....
    Mais do mesmo, por isso o SLB tem que fazer (muito) melhor que na 6a. feira!
    Cheguei a enjoar a ver o Tetra Campeão contra o Portimonense, foi confrangedor.

    Ass. UmTetraNaInvicta

    ResponderEliminar
  6. Estou farto da CS e dos azeiteiros. Tudo vale para denegrir o Benfica, precisamente o clube que lhes dá o pão.

    ResponderEliminar
  7. E os javardos continuam a ser javardos. No lixo que é a CMTV, dois dos maiores cretinos que já alguma vez vi, um Jorge qualquer coisa e o Fernando Mendes cuspiam-se todos: "Se não fosse o VAR o Benfica tinha perdido dois pontos." (!!!!!!???)
    Foda-se!!!! Que escumalha!

    ResponderEliminar
  8. Excelente análise a factos que estão à vista de todos, mas que poucos se dão ao luxo de pôr a nu, a começar pela comunicação interna do Benfica.

    No meu ponto de vista, se calhar a ser lirico, o Benfica deveria fazer um resumo bem articulado, com todos estes truques e malandrices escrutinados nos adversários, e promover uma conferência de impresa para expor esse trabalho. Não entendo um certo silêncio por parte do clube, quando são os bloguers a fazer de locomotiva, mas, sinceramente, a ser muito pouco para formar a “grande” opinião publica. Posso até estar enganado.

    Estou sempre a lembrar-me daquela célebre frase do Rui Vitória “comer-nos de cebolada”, e é isso que estamos a ser, constantemente, a ser comidos de cebolada.

    Também muito me admira que os adversários de clubes mais fracos consigam correr como cavalos quando jogam com o Benfica, e no jogo seguinte, contra equipas ainda mais frágeis... perdem o jogo. O que passa-se? Cházinho de parreira? Há em todos os jogos, contolo anti doping? Como é que isso funciona?

    Guachos, o teu trabalho é, e tem sido excelente. Precisavamos que fizesses parte da tal “estrutura” ( e digo isto sem fazer a minima ideia quem és e o que representas no nosso clube). O que sei é que continuo a admirar estes textos e que assim continues em beneficio do glorioso Sport Lisboa e Benfica.

    Saudações benfiquistas

    Rodrigues Dias

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os cães ladram...

      Eliminar
    2. Durante muitos anos os cães ladraram e a caravana não passou. Este texto devias ser publiucado pelo Benfica. Há muitos benfiquistas que nem têm noção destes truques, mas depois de saberem, já não os vão conseguir ignorar. Uma mente expandida até um certo ponto, jamáis volta ao seu tamanho original. Einstein..acho eu.

      Eliminar
  9. Bruno de carvalho não vai a Atenas por motivo de saude:o diagnóstico faço eu, é raiva.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, também já vi a notícia. Anunciou no facebook. Bate forte a recaída do vício de escrever no facebook.

      Os jogadores vão sentir a falta dele. No avião perdem os linguados da Joana. Que chatice!

      Sérgio.

      Eliminar
    2. Sinusite. Toda a gente viu o comichão que ele tinha no nariz quando deu a última entrevista à Lagarto Tv.
      Comprou uns quilos de farinha e ficou em casa a fazer pão com a mulher. Com muita levedura e fermento.

      Eliminar
  10. Guachos agora só tenho tempo para te dizer obrigado pelo tempo que tiras para nós com os teus maravilhosos textos bem hajas que tenhas um excelente Domingo.

    ResponderEliminar
  11. Caro Guachos,

    Continuas em grande forma. Não tenho comentado aqui pois nem sempre é possível o fazer no trabalho nem em casa e também porque deixas sempre muito pouco que se possa acrescentar.

    O Benfica este ano está dois pontos atrás com um calendário muito mais difícil. Mas que dizer do seguinte:
    - a capa do Benfica salvo pelo vídeo árbitro (quando não foi a primeira vez que aconteceu este ano)?
    - finalmente o Benfica, após duas épocas e meia, voltou a jogar em superioridade numérica! Impressionante! Será recorde? Se sim, qual a vantagem para o anterior recorde? Pelo menos quase duas épocas deve ser!
    - o silêncio pelos muitos minutos de compensação dados no jogos dos lagartos? Não vi o jogo para saber se foram justos ou não (e conhecendo aqui o campeonato até devem ter sido apesar de não ser normal) mas ainda me recordo da choradeira que foi o Benfica marcar um golo de canto 15 segundos depois do tempo dado (contra o Braga).

    A diferença de tratamento que dão ao Benfica e aos compadres é incrível mas espero que mais uma vez o tiro lhes saia pela culatra: com esta lenga lenga (e a da sorte) criam a ilusão de que são muito bons quando não são.

    Por fim, vem aí a champions... se os corruptos vão sentir o plantel curto (e veremos se as lesões não acontecem só ao Benfica), os cuspidores vão mostrar mais uma vez (depois de Marco Silva há 3 épocas e o JJ o ano passado) que isto da champions dificulta e muito quando não existe o hábito de jogar lá e quando os jogadores têm de fazer tudo para sair.

    De notar que os pessimistas que vão na cantiga esquecem-se que Rui Vitória bateu o recorde de pontos a jogar com a seguinte defesa: André Almeida, Lindeloff, Jardel e Eliseu. Saiu Lindeloff e entra Luisão. Também trocámos de guarda-redes... há aí muita gente a subestimar o valor dos nossos jogadores... Veremos o que acontece.

    ResponderEliminar
  12. e as "erratas" nas contas de uma SAD que a c.s. nem sonha e que a cmvm tao rapido a pedir esclarecimentos sobre vendas dos jogadores do SLB esconde. Assim ainda vao vir acusarem-nos de fornecer putas ao porto pois sempre ouvi dizer que os lagartos sao a nossa puta...E PLURIBUS UNUM.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem espalhada essa do fornecimento, mas cuidado que aparece aí o Reinaldo. Quer exclusividade.

      Eliminar
  13. Eu não sei como é que hoje em dia há jogadores que se dispõem a tomar certas coisas, só para fazer um jeitinho a um clube que muitas vezes nem sequer é o deles. Mesmo que recebam meia dúzia de patacas.

    Não é propriamente a mesma coisa que um gajo que vai fazer um combate de boxe ou de MMA, ou um halterofilista numa competição internacional, tomar umas coisinhas dessas, e assim poder dar um grande impulso na carreira, ou ganhar mais um 1 ou 2 milhões.

    Se me dissessem para tomar qualquer coisa que eu sei que me pode tirar uns 5 ou 10 anos de vida, mas me dá mais 5 milhões de bónus, eu se calhar pensava 2 vezes. Se pensar que morrer aos 85 ainda pobre talvez não seja muito melhor que morrer aos 75 depois de ter gozado uma vida confortável, a coisa até pode fazer algum sentido.
    Mas, um gajo que joga no Paços de Ferreira ou no Chaves, receber uma sandes de torresmos, para enfiar o bucho uma merda que se sabe que pode trazer danos irreversíveis para o fígado e/ou para o coração, já não me parece fazer sentido nenhum.

    Será que os gajos pensam que os únicos efeitos secundários é o calorzinho e a fúria repentina durante 2 horas?
    Ou que se tomarem mais regularmente o pior que pode acontecer é cair-lhes o cabelo?

    Quando alguns que jogavam nos anos 80 começarem a cair que nem tordos com problemas de coração, pode ser que a malta ganhe algum medo, e comece a pensar duas vezes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais uma vez obrigado. Lucidez,factos,história.Comentários certeiros. Mh opinião,é k são os treinadores k os porcos metem nessas equipas k projetam o jogo contra nós com tanta intensidade.(caso de estudo)
      Ainda sonho entrar num café,passar num quiosque etc,e vêr escarrapachado o nosso Jornal diário!! Esses porcos fdp jornaleiros tinham pão em casa mais um mês se tanto..
      SLB forever
      jota

      .

      Eliminar
  14. Sempre assim foi. O que mudou foi a nossa capacidade de responder aos nossos inimigos.
    E se a nós, os adeptos, cabe denunciar as situações que tão bem descreves, à estrutura cabe manter o rumo que nos trouxe o sucesso.
    Concentração absoluta no que podemos controlar. Olhar para dentro, depois para dentro, e de seguida ainda para dentro, antes qualquer preocupação com o que nos é externo.
    Potenciar ao limite os nossos recursos, e ambicionar sempre mais e melhor.

    ResponderEliminar
  15. Eles fazem os favores um ao outro para tentar amealharem o máximo de pontos e roubar o máximo ao Benfica, mas vai chegar a hora em que cada um irá querer todos os pontos possíveis para si, e também tentar impedir a obtenção de pontos do parceiro através dos mesmos meios que usam contra o Benfica!

    Até lá até pode ser que consigam fazer estragos às contas do Benfica, mas quando essa hora chegar para eles também não será fácil.

    Até porque o Benfica vai criando este hábito de ter lutar contra estes obstáculos manhosos, e eles não.

    O Benfica vai treinando ao longo de toda a época a resiliência, a capacidade de sofrimento, a união do grupo nos momentos difíceis, a entreajuda.
    Quando lá para a frente as comadres se zangarem, e as dificuldades aumentarem em campo, eles vão sentir a diferença, e não estando tão bem preparados para as dificuldades acrescidas, vão ter dificuldade em ultrapassar essas dificuldades, que serão para eles quase uma novidade.

    Eles esquecem-se que tudo o que fazem e inventam tem quase sempre o reverso da medalha.
    Não dá para atacar todos os dias o Benfica na comunicação social e nas redes sociais sem que isso provoque também o cerrar fileiras no Benfica, e o aumento de motivação e de união do grupo.

    ResponderEliminar
  16. Respostas
    1. E o José Albuquerque ?

      Zé Pincel

      Eliminar
  17. Aquilo que está descrito no primeiro parágrafo aconteceu durante anos a fio, mas lembro-me de um ano em particular, o ano do Vilas Boas, quando o misto de bazófia e a ajuda nas primeiras cinco jornadas aos corruptos nos arredaram logo aí do título. Não só devido à diferença de pontos que foi cavada, mas também devido à desconfiança e ao caos que se instalaram na equipa que ficou para trás. Relembro: nesse ano ficámos a 21 pontos do primeiro, levando, como acontecia no tempo dos quinhentinhos, a que a equipa que ia à frente tivesse um passeio no campeonato, permitindo-lhe apostar tudo nas competições europeias. Isto foi o que aconteceu durante épocas, décadas.
    O padrão era claro, só que o Benfica não tinha bases, não tinha coluna, não tinha uma massa associativa unida e crente no caminho que estamos a trilhar.
    Há aqui muitos comentários com muito sumo e que descrevem claramente aquilo para o qual muitos Benfiquistas já começam a abrir os olhos. É um sinal positivo, mas ainda não é a maioria. Para que isso aconteça, mais Benfiquistas precisam de olhar para o Benfica e defendê-lo, como se faz aqui no Guachos. E temos de fazer pressão para que nasça um jornal diário ("O Benfica" diário?) que arrume de uma vez por todas com o ganha-pão da escumalha que nos ataca diariamente.

    Por último, acrescento que se acreditarmos como se acreditou na Luz a 13 de maio passado, ninguém nos poderá parar internamente. Uma massa associativa exigente, mas que incentiva, que puxa, que aplaude em vez de assobiar, estará sempre mais perto de tornar este clube cada vez maior.

    ResponderEliminar
  18. Boas Guachos,

    Subscrevo tudo o que escreves (o primeiro parágrafo é um certeiro resumo da estratégia do antigamente que curiosamente se confunde com a dos nossos dias).

    Para não repetir, nem as tuas ideias, nem as dos demais comentários (que igualmente corroboro), avanço com uma novidade que, há muito devia ter sido implementada no nosso país futebolístico e não me refiro apenas aos paineleiros encartados (os que quiseram ser informados), mas além dos treinadores e jogadores, refiro-me ao público em geral... a explicação para totós sobre o bê-à-bá do VAR, seu protocolo, o seu espectro de acção e as suas limitações.

    Chega a ser exasperante, ver tanto mentecapto pago principescamente (seja jornalista, seja comentador, seja paineleiro, seja curioso, seja o que for) a debitar tanta bacorada sobre o VAR ou sobre as formas de aplicação do mesmo, inclusivé metendo ao barulho a Btv, só porque não conseguem tirar os óculos de dragarto e/ou porque fatalmente não percebem um cú do que acham perceber!

    Nos meus tempos de escola, quando na primária alguém teimava em não conseguir interiorizar determinado conteúdo (a tabuada por exemplo), este ficava escrito e bem visível a todos durante umas horas, uns dias, quiçá umas semanas... sugiro que se faça um quadro do género para os demais programas de merda que diariamente nos invadem o espaço televisivo, juntamente com os seus energúmenos (na esmagadora maioria) participantes, a saber;

    1- O árbitro de campo e suas decisões são SOBERANAS!
    2- O VAR não substitui o árbitro de campo! A decisão final é sempre do último!
    3- O VAR faz parte da equipa de arbitragem mas só pode abordar o árbitro de campo em caso de erro grosseiro (Penalty ou não penalty/Fora de Jogo/Erro disciplinar ou de identificação)
    4- O árbitro de campo não pode pedir ao VAR que decida, tem que ser o próprio a tomar a decisão, seja com base na comunicação Audio, seja com base no visionamento in loco das imagens)
    5-APENAS O ÁRBITRO pode iniciar uma revisão, o VAR apenas pode sugerir ou recomendar uma. (este ponto não invalida o ponto 3)

    Agora alguns esclarecimentos técnicos

    1- O VAR não tem linhas de fora de jogo por deliberação de lei e das instâncias responsáveis como garante de transparência e independência.
    2- O VAR dispõe de todo um material de transmissão audio e video AUTÓNOMO das transmissões de Tv ao jogo, podendo ainda assim usufruir de material auxiliar.
    3- A tecnologia de linha de fora de jogo é um SERVIÇO EXTERNO fornecido à operadora de tv (seja a BTV, A SPORTV, a TVI ou outra qualquer). Havendo várias empresas para o efeito, normalmente até é a mesma a fornecer os seus serviços a todos os operadores televisivos em Portugal (WTVISION).
    4- A BTV é completamente alheia à apresentação, não apresentação, exactidão ou credibilidade das linhas de fora de jogo que aparecem nas suas transmissões (o argumento serve para todos, mas como é a Btv a estar na berlinda...).

    (continua)
    Rossetti

    ResponderEliminar
  19. (continuação)

    5- Devido à pretensão que a tomada de decisão seja exacta e correcta e não célere e errada e face às demais dificuldades subjacentes à análise e à comunicação da mesma, não há um tempo MÍNIMO nem MÁXIMO para a decisão do árbitro.

    6- Os meios técnicos que fazem a cobertura, transmissão e realização dos jogos da Btv são igualmente externos e são os mesmos que fazem para a Sporttv e outros operadores televisivos em Portugal.

    Estivessem, ao menos, estes 11 pontos bem assentes em algumas cabecinhas e tinham-nos poupado ao chorrilho de asneiras que, quer antes, quer sobretudo depois de sexta-feira nos presentearam tantos e tantos cumentadores (agora mesmo com u) por causa de uma decisão bem tomada pela equipa de arbitragem.

    Face às visíveis falhas do protocolo do VAR e porque a objectividade é toldada, à partida, por decisões de análise naturalmente subjectivas, as questões relacionadas sobretudo com 3 situações (1. penalty ou não penalty/ 2. tackle viril ou tackle violento / 3. agressão ou não agressão) vão sempre causar dúvidas.
    O próprio VAR vai-se escudar (quase sempre) na análise do árbitro de campo, mesmo discordando (excepto erro crasso e flagrante), demarcando-se da possível discórdia ou indecisão, um pouco à semelhança dos árbitros de baliza que raramente tomaram uma decisão vinculativa ao jogo, excepto no que à linha do golo diz respeito.

    Neste particular é interessante ouvir as comunicações entre a equipa de arbitragem sobre as boas decisões tomadas (SLB vs Portimonense e SCP vs Estoril), mas fica por saber (se é que existiram) quais as comunicações sobre as decisões (no mínimo duvidosas) nos casos de penalty dos jogos (SCP-V. Setúbal ou Feirense-SCP) ou nos casos de agressão envolvendo os jogadores Brahimi e Bataglia nos jogos contra o Braga e Estoril respectivamente.

    Ora esta constatação, aliada à nebulosidade do nosso futebol (pressão e coação continua dos agentes vários) e da arbitragem em si (processos de intenção, honestidade profissional e incoerência em casos semelhantes), ajuda a perceber de como este sistema vai criar mais polémica (como já tem causado ao fim de 5 jornadas) excepto onde pode ser verdadeiramente objectivo como é na situação da linha do fora de jogo.

    Dito isto, havemos de continuar e continuar com esta xaropada semana após semana.

    Terça Feira é para entrar com o pé direito!
    Abraço
    Rossetti

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito interessante e ludico este rol de esclarecimentos sobre o VAR. Mas estas questões só se levantaram porque o VAR cumpriu com a sua função e desse modo, o Benfica venceu. Ainda não vi debater-se o penalti da treta dos porcos corruptos que aliviou (e muito) a pressão nas jantas, nem sequer os tempos de compensação dos jogos dos lagartos que já lhes valeram 6 pontos.

      Eliminar
  20. Muito boa análise Guachos. Um abraço e tranquilidade. Deixa—os poisar....

    ResponderEliminar
  21. Claramente na mouche este post, passei o tormento nas bancadas na recepção ao Portimonense e posso testemunhar um "adepto tótó" em grande forma.
    Um grupo sentado atrás (fui sozinho, cheguei atrasado e nem cheguei a encontrar o meu novo lugar de época) conseguiu na primeira parte ofender um aspecto benfiquista por minuto. Digo aspecto porque desde ordenados a dirigentes, previsões para os próximos meses, tudo ali foi dissecado à base da asneirola e suposta superioridade civilizacional.
    Um elogio, só depois do empate e ténue e talvez porque ao intervalo não resistindo à preocupação dos tótós - ai que gastei um dinheirão pois o bilhete não é apenas do jogo mas de época... - tive de lamentar a tardia que estava a ser alvo mas exteriorizar o alívio do meu lugar não ser junto deles. Foi preciso uma dose cavalar de paciência! Felizmente vendemos mas mais uma vez o público foi um adversário da equipa e não me lembro de tanto tótó por metro quadrado no estádio, nem nos períodos que o sr. Toni treinou a equipa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bem Fernando,nos meus tempos de Portugal tambem apanhei disso,questionei-me mas esta gente ama o Benfica como deve ser? estao aqui para o apoiar ou para o bota abaixo para isso bastam os antis.

      Eliminar
  22. Como sempre excelente. Devo dizer que estou farto dos programas televisivos sobre "futebol". Ainda ontem comecei a ver o programa da CMTV e depois de ouvir o Octávio perdi o interesse. É impressionante a onda de ódio, mal estar, estupidez que se instalou. Estamos viciados neste estado de coisas mas eu devo dizer que estou overdose. Já não suporto mais estes programas de comentários viciados e como julgo não ser estúpido, apenas desisto e a única coisa a que me dedico é ver os jogos, vir a alguns blogs e ver os sites dos jornais desportivos o que já é muito. Os dragartos estão completamente doidos de desespero, estão todos ao nível do nalgas ou seja um nível de m....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A melhor solução é ver a BTV...ali fala-se de futebol...

      Eliminar
  23. Interessante ver que num excerto que vi do programa da Sic Noticias "Playoff", passaram vários minutos a discutir se é possivel adulterar orientações de linhas de fora de jogo.

    Tudo isto para levar logo os espetadores a fazer 1+1=2...O BENFICA MANDA NESTA MERDA TODA!

    É preciso ser o Benfica para todas estas "questões" serem levantadas. Mãos de Pizzi, Pitons do Eliseu, linhas de fora de jogo serão de confiar? O VAR decide algo a favor do Benfica, é bem decidido?

    Com os outros nunca há dúvidas (a não ser que seja em grave prejuízo pontual).

    Novamente prova-se que a campanha de descrédito e culpabilização continua. E por muito que depois pelo meio alguém com lucidez diga que a empresa que põe as linhas é externa a BTV, nos ouvidos das pessoas ficam as grossas.

    Isto ao longo dos anos acaba por criar mossa e antagonizar ainda mais o ambiente no futebol português. Estes sabujos são os maiores responsáveis pelo clima exaltado, claques agressivas e casos de polícia que só afastam as pessoas do futebol e dos estádios.

    Triste, muito triste...

    ResponderEliminar

Se pertenceres aos adoradores do putedo e da corrupção não vale a pena perderes tempo...faz-te à vida malandro.