sábado, 25 de março de 2017

Macacadas!

Não fazia sentido receber institucionalmente um grupo de pessoas que passam grande parte do seu tempo a congeminar formas de nos prejudicar. Não podendo fingir que tudo está bem o Benfica comunicou ao país que nenhum membro dos Órgãos Sociais estará presente no Portugal-Hungria de logo à noite. A guerra e o desrespeito ao maior Clube português são evidentes e parece não haver maneira de parar os ataques. Como se não bastasse o Nandinho das facturas a mandar em nossa casa ainda vamos ter de levar com o macaco a liderar as claques! 

Ao Nandinho que pagava as facturas das "deusas" (em português; putas do Araújo) contratadas para servir fruta dourada no dragão a FPF junta-lhe um cadastrado para liderar as claques de apoio à selecção. Vamos ter o patrão das quengas na cadeira presidencial e, nas bancadas, um gorila (dois se lhe juntarmos o mustfá) a liderar um grupo que, se a justiça deste país funcionasse, entupiria todo o sistema prisional! 

Os três da macacada...Que ninguém se admire se aos compadres Nandinhos, historicamente unidos na vontade de fazer mal ao Benfica, aparecer lá o outro...o capachinho Nandinho para completar a triade. Também tem Gomes no apelido, há anos que usa o tapete de pinto da costa na cabeça e é o actual administrador da SAD da fruta. Na altura (video aqui) das putas andava a semear dióspiros na politica...O macaco nandinho mdureira soma e segue com os Nandinhos Gomes na algibeira!

Já com o próximo clássico na Luz no horizonte os funcionários do Benfica vão ter em mãos uma tarefa ciclópica; vasculhar todo o estádio em busca de artefactos pirotécnicos, e outros, como facas e soqueiras. E desinfestar cada centímetro por onde toda essa gente sentou a seira fazendo figura de anfitriões! 

Comunicado SLB;

"Na reunião plenária dos Órgãos Sociais do Sport Lisboa e Benfica, que se realizou hoje, dia 24 de março de 2017, foi decidido:

1 – Desejar as maiores felicidades à Selecção Nacional Portuguesa para o jogo de amanhã, sábado, entre Portugal e a Hungria que se realiza no Estádio da Luz, mas informar que de acordo com o que foi expresso no Comunicado emitido pela Direcção de Comunicação do SLB no passado dia 20 de Março, nenhum membro dos Órgãos Sociais do Sport Lisboa e Benfica estará presente no referido jogo.

2 – Tendo em conta as fortes preocupações que o Sport Lisboa e Benfica manifesta em relação à actual situação do futebol português, solicitar reuniões ao presidente da Federação Portuguesa de Futebol e presidente da Liga Profissional de Futebol.

Lisboa, 24 de março de 2017

Direcção de Comunicação do Sport Lisboa e Benfica"

sexta-feira, 24 de março de 2017

Eusébio - História de uma Lenda

Eusébio da Silva Ferreira! Hoje quero-vos falar de uma lenda! E também da honra de - no CCB - assistir à ante-estreia do documentário, 'Eusébio - História de uma Lenda'. Eusébio será sempre, para mim, o maior e o melhor jogador português de todos os tempos. O que ele fez, num Clube de um país desconhecido que praticamente não existia no mapa da Europa, numa época onde a televisão mal gatinhava, é um feito de tal ordem gigantesco que chega a ser heresia fazer-se qualquer tipo de comparação, seja lá com quem for.

A sala estava cheia de gente distinta, desde o Presidente Luís Filipe Vieira ao nosso Primeiro Ministro. Muitas caras - mais ou menos conhecidas - muitos ilustres benfiquistas, e aqueles que eu continuo a mais apreciar; os antigos jogadores do Benfica que são parte da história viva do nosso Clube! Tive a honra de cumprimentar Neno, logo à entrada, o senhor Chéu Han e o enorme Toni! Muitos outros que só vi à distância como, Rui Costa, Veloso ou António Simões, deixaram-me a certeza de que estar naquele espaço compartilhado era a minha maior recompensa. Eles nunca chegarão a saber o quanto me ajudaram a ultrapassar alguns momentos menos bons da minha vida nem a quantidade de vezes que contribuíram para que eu fosse mais feliz. Muito obrigado a todos.

Gostei muito do documentário, que recomendo desde já. Penso que o director Filipe Ascensão captou de uma forma fantástica o Eusébio ser humano, transformando o que ele tinha de menos bom, como a comunicação, num dos pontos altos do documentário. Conseguiu fazer-me rir muito e emocionou-me de sobremaneira! No que diz respeito ao futebol propriamente dito, há algumas imagens de arquivo inéditas; enorme mais-valia para o enriquecimento do filme, gostei do desencadear da história mas achei que podia ter ido mais longe...

Faltaram imagens dos muitos títulos colectivos (Benfica) e individuais, sobretudo as duas Botas, e Bola, de Ouro da Europa, melhor marcador da Taça dos Clubes Campeões Europeus por três vezes, e as sete bolas de prata conquistadas no campeonato português...Tudo isto - e como é importante sublinhá-lo - com 6 operações ao mesmo joelho e sempre, sempre, ao serviço de um Clube português!!

O ''Senhor Coluna''! A impressionante quantidade de vezes que Eusébio fala da importância e do respeito que tinha pelo "Senhor Coluna" (não por acaso o jogador que o meu Pai, portista assumido, mais admirava) merecia por parte da realização um depoimento do Grande Capitão - dos vários que existem em arquivo - a juntar aos que fazem a história do filme. A não perder! Será sempre mais de uma hora em boa companhia!

José Manuel Antunes. Para além do convite com que me honrou, ainda me deu oportunidade de partilhar esses momentos inolvidaveis na sua companhia, do seu filho Tiago, e do Pedro Mendes Pinto! Ficarão todos, para sempre, no restrito álbum das minhas "recordações para a vida". Sem mais adjectivos para lhes demonstrar o meu apreço, fico-me por um outro...muito obrigado a todos!

quinta-feira, 23 de março de 2017

Gala Cosme Damião - foi bonita a festa benfiquista!

Foi bonita a festa benfiquista. Simples, eficiente e sem tempos mortos, a denunciar o profissionalismo que hoje é marca do Benfica. Ao contrário dos sapos, que usam as galas e o tempo de antena para falar do Benfica, ali somente se benficou com nobreza. Não se falou de clubes rivais e também não se aproveitou a oacsião para falar mal de ninguém. Foi uma noite de grande exaltação benfiquista, do Benfica e para o Benfica. É bem verdade que ainda vimos por ali duas ou três personalidades malquistas no seio dos benfiquistas mas o protocolo e a boa educação assim o exige. Não o mereciam, os trastes.

Quero destacar o discurso desassombrado de Rui Vitória e o momento musical proporcionado por António Zambujo, com um tema novo dedicado ao Benfica. Desde a classe e o profissionalismo dos apresentadores, da excelente produção do espectáculo até ao apoteótico final, onde o "ser benfiquista" nos arrepiou a todos, foi mesmo uma noite à Benfica!

A malta do doutor burrié anda pelo facebook a alarmar os benfiquistas mais incautos (digo eu), com fotos de bilhtes supostamente comprados nas casas do Benfica...incrivelmente, são vários os objectivos que já conseguiram. Já puseram a malta das redes sociais a insultar as casas do Benfica, generalizando os insultos com uma ligeireza que faz pena, e, sobretudo, conseguiram fazer-se muito mais importantes do que na realidade são. Não se lhes pode dar semelhante protagonismo!

Meus caros, essa corja só é forte quando joga com o baralho viciado. Todos juntos são uns ''heróis''. Tresmalhados, espalhados pelo estádio, valem ainda menos que um traque. Servem-se dos jornais, sempre à procura de sangue, para tentar instalar o pânico. Podem fotografar meia dúzia de bilhetes e fazer passá-los por dezenas. O que eles não podem fazer é clonar os cartões de sócio para entrarem no estádio. No fim, o mais que lhes pode acontecer, àquela meia dúzia de macacos que de facto arranjaram bilhete, é ficarem às portas da Luz a ouvir os festejos dos golos do Jonas e do Mitroglou.

quarta-feira, 22 de março de 2017

Atitude da federação demonstra incompetência e a cobardia dos seus dirigentes!

O Benfica fez publicar no seu sitio um comunicado (AQUI) onde explica a sua não presença na gala da federação justificando-a com "a permanente e reiterada inexistência de tomadas de posição por parte dos responsáveis da Federação" e a "uma inequívoca dualidade de critérios da justiça desportiva, até hoje não contestada, em que só os processos que envolveram o Sport Lisboa e Benfica (Luís Filipe Vieira, Rui Costa e Rui Vitória) conheceram uma decisão célere e penalizadora, em contraponto com uma total ausência de decisões sobre outros processos, alguns bem mais antigos, que envolvem outras instituições e agentes desportivos por factos de reconhecida enorme gravidade" ...

Considerando "que estando ultrapassados todos os limites de tempo razoáveis para se aguardar por decisões (quaisquer que elas sejam) e não existindo qualquer explicação, chegou o momento de publicamente demonstrar e expressar a sua indignação, justificando por esse motivo a ausência de representantes institucionais do clube no evento hoje realizado." 

"O Benfica não aceita este estado de total anarquia, de vale tudo em que se está a transformar o futebol português, tornando-se exigível que a lei seja cumprida de forma transparente e que exista uma JUSTIÇA IGUAL PARA TODOS."...

"O Benfica continuará o seu projecto de engrandecimento do futebol português e exige respeito em nome de uma indústria que requer profissionalismo, rigor e exigência de todos.
É o futuro, a transparência e a sã convivência do Futebol Português que está em causa.
Chegou o momento de respostas claras e não de um silêncio comprometido e escondido."

Ora, o conselho de disciplina do justiceiro meirim fez questão de depressa  dar razão ao Benfica. Não foram precisas 24 H para demonstrarem a sua pequenês intelectual, e, estou certo, o seu anti-benfiquismo primário. Depois da impunidade sobre o que tem sido dito quer pelo clube da fruta quer pelos lagartos do alvalixo, é preciso não ter um pingo de vergonha na puta da cara para mover um processo ao Benfica!

As mascaras estão a cair e eu até gosto mais assim. Pelo menos ficamos a saber de que lado estão, uns, e...os outros. Há que separar o trigo do joio. De um lado o Benfica e a verdade desportiva. Do outro...o resto...a porcaria. Há um combate que tem de ser travado contra uma corja que tem de, forçosamente, ser parada.  Sem receios, há que mostrar a nossa força. A força da razão!
Parafraseando um conhecido batráquio; «a atitude da federação demonstra incompetência e a cobardia dos seus dirigentes!»






terça-feira, 21 de março de 2017

«O CRIME CONTINUA A COMPENSAR»

O pasquim rascord apresentou um estudo sobre o anti-jogo! Oh, balha-me Deus! O pobinho da bola descobriu - no Domingo passado - que há algumas equipas em Portugal que assentam todo o seu jogo numa base de...puro anti-jogo, que, nalguns casos, começa desde o primeiro minuto, com essa praga de lesões que atacam sobretudo os guarda-redes, só terminando na hora em que o doutor Mitroglou, verdadeiro feiticeiro da medicina desportiva, os cura com um simples remate certeiro. E esse estudo do rascord, vejam lá a chatice, acabou por concluir que o foculporto-Setúbal acabou por ter mais tempo útil que a média nacional. 

Ficamos todos à espera que o rascord, com essa marca de isenção que todos lhe reconhecemos (hahahahah) pegue agora no Benfica-Setúbal, que até foi arbitrado pelo mesmo árbitro, e que analise os tempos perdidos, o anti-jogo, o golo marcado em posição irregular, as expulsões perdoadas...os descontos de tempo...tudo. Ah, e não se esqueçam do Marítimo-Benfica que, comparado com o jogo dajantas, teve menos de metade do tempo útil. Sobre este tema das arbitragens não deixem de ler o trabalho compilado (AQUI) pelo companheiro, 'influencia arbitral'...

«O CRIME CONTINUA A COMPENSAR» - é assim que o foculporto analisa a arbitragem de Domingo passado e esse doloroso empate permanentemente atravessado. Mas isto é muito bom! O crime visto pelos criminosos tem outro valor acrescentado. Nem hipoteticamente imaginei vê-los fazer essa confissão publica tão descomplexadamente! 

O jornal oficioso do clube da fruta, como bom sequaz, foi ainda mais longe e afiambrou-lhes mais três penaltis no cabaz. O pasquim onojo anda a pecar por defeito. Se é para vestir a pele do adepto da fruta fica-lhes muito mal fazer essas contas sem jeito. Pois se até eu, que não gosto de putas, contabilizei cinco descarados e pelo menos mais um dos não enumerados!...só não me recordo se ainda no tempo regulamentar ou se já noite dentro, durante o prolongamento.

Como resultou em pleno, será que já podemos enaltecer a decisão do foculporto em forçar o castigo de maxi pereira e do recauchutado André André, poupando-os com o Setúbal, para arrebentarem, na Luz, no jogo com o Benfica?

E o Peyroteo que já passou para a frente do Eusébio!...Sempre na crista da onda o brunalgas não pára de somar. Desde a Costa Rica, onde anda a fazer vida de rico, chega-nos mais uma pérola do batráquio humorístico - «Desde que cheguei já ganhei 2 pontos aos rivais...» Eu não disse que eles festejavam à bruta? Mais uma semana nas Américas e é menino para trazer de lá mais um campeonato, uma taça de Portugal e a bola de ouro, no sapato.

O suinácio foi escorraçado do Moreirense. Eu acredito que não seja preciso, mas nunca se sabe se este não pode vir a ser um factor importante nas contas do Tetra. No ultimo jogo do campeonato o foculporto desloca-se a Moreira de Cónegos para disputar uma difícil (percebe-se agora) partida. Com o suinácio à frente da equipa eu dava como perdidos esses três pontos. Com o mestre Petit a coisa muda completamente de figura. Os fruteiros vão ter que fazer pela vidinha. Olá se vão!

É notícia em vários jornais; o velho corrupto tentou coagir o árbitro no intervalo do foculporto-Setúbal! Prevejo mais uma medalha - à laia do 'calor da noite' - entregue em mãos pelo justiceiro Meirim...

Influência Arbitral

Por Influência Arbitral,

Campeonato dos Penaltis e Expulsões – Quando faltam 8 jornadas para o fim.
Sabemos todos que os penaltis e as expulsões são as decisões arbitrais mais relevantes tomadas pelos árbitros que podem influenciar o rendimento desportivo das equipas. Sabes quais foram as condições arbitrais em que decorreu a competição nesta temporada?
Foram as seguintes condições no que toca a penaltis e expulsões assinaladas:

  • O F. C. Porto já beneficiou de 6 penaltis assinalados a seu favor, sendo que 5 deles foram assinalados ainda com o jogo empatado! Enquanto que o Benfica, nos 4 penaltis assinalados a seu favor neste campeonato, apenas 1 desses penaltis foi assinalado ainda com o jogo empatado. Todos sabemos que converter o golo de vantagem no marcador é o mais difícil de ser conseguido em qualquer jogo e que após isso, os adversários têm sérias dificuldades para inverter esses resultados depois de sofrerem um golo, especialmente contra um grande.
  • Neste campeonato 2016/17, o Benfica ainda não beneficiou de nenhum minuto de superioridade numérica em tempo útil de jogo. Já o F. C. Porto, beneficiou de 9 expulsões do adversário em outros tantos jogos, os adversários foram obrigados a jogar durante 298 minutos com apenas 10 jogadores (298 minutos em 9 jogos representa em média 33 minutos por jogo em superioridade numérica). Efectivamente se considerarmos que cada jogo tem normalmente +3 minutos de descontos, então estamos a falar de 298+27 minutos em superioridade numérica.
  • O Benfica jogou em inferioridade numérica durante 49 minutos, já o F. C. Porto ainda não jogou em inferioridade numérica neste campeonato, pois quando o Maxi Pereira foi expulso aos 82 minutos no jogo contra o Boavista, já o Boavista jogava apenas com 10 jogadores fruto da lesão que obrigou o seu defesa central a abandonar o terreno de jogo, isto, uma vez que o Boavista já havia esgotado as 3 substituições nesse jogo.
Até este momento, já se disputaram 26 jornadas e faltam 8 jornadas para se conhecer o campeão nacional da época 2016/17. Normalmente o que sempre se diz, é que no final do campeonato as decisões arbitrais serão equivalentes entre todos os candidatos ao título, que todos os grandes irão usufruir de condições competitivas favoráveis e muito semelhantes, no fim os pequenos clubes é que são os são prejudicados no campeonato. Na realidade não é bem assim.

Além do Benfica, existirá algum outro clube em Portugal cujo máximo de penaltis favoráveis assinalados a seu favor com o jogo empatado numa temporada, nas 4 últimas épocas tenha sido de apenas 2? Não, não existe, se conhecer algum, diga-me. Ao todo nas últimas 4 épocas (124 jogos no total), com o jogo ainda empatado, o Benfica apenas usufrui de 6 penaltis assinalados a seu favor, o Sporting usufruiu de 14 penaltis favoráveis assinalados e o F. C. Porto usufruiu de 17 penaltis favoráveis assinalados com o jogo empatado! Logo, o F. C. Porto foi o clube com melhor sorte com as arbitragens e o Benfica foi o que teve pior sorte arbitral nas últimas 4 épocas (diferença de 11 penaltis daqueles que desbloqueiam jogos entre as duas equipas). É nestas condições que o clube que teve menos sorte com as arbitragens tem de tentar conquistar o primeiro tetra da sua história! O próprio Rui Vitória sentiu isso na pele, pois só no seu último ano a representar o V. Guimarães (34 jogos), usufruiu de mais penaltis assinalados a seu favor (19 no total) que nestas 2 temporadas em que está a representar o Benfica (60 jogos), em que no total apenas ainda foram assinaladas 11 penaltis a seu favor (apenas 3 deles assinalados ainda com o jogo empatado).

Outra pergunta, em relação as grandes penalidades: Se nos 8 jogos que faltam, o Benfica beneficiar de 4 penaltis assinalados a seu favor ainda num momento em que o jogo se encontra empatado e o F. C. Porto não beneficiar de nenhum nas mesmas circunstâncias, poderíamos dizer que o Benfica competiu com uma vantagem arbitral sobre o seu rival neste campeonato?

Resposta:

Não, meu amigo, não poderíamos afirmar que o Benfica teve vantagem arbitral em relação ao F. C. Porto nesta época 2016/17 no que toca a grandes penalidades, uma vez que estaria simplesmente a usufruir das mesmas condições que o seu rival usufruiu. Vantagem, vantagem seria terminar o campeonato usufruindo de mais 8 penaltis assinalados a seu favor com o jogo empatado nos 8 jogos que faltam, pois só nessa circunstância, o Benfica terminaria o campeonato nas mesmas condições que o F. C .Porto tem actualmente, ou seja, com uma vantagem de 4 penaltis sobre o rival (no que toca de grandes penalidades assinaladas ainda com o jogo empatado), isso sim seria um Benfica a jogar com condições vantajosas à Porto 2016/17.
Outra pergunta, agora em relação às expulsões: Se em cada um dos 8 jogos que faltam, o Benfica beneficiar em média de 37 minutos a jogar em superioridade numérica e o F. C. Porto não beneficiar de nenhum minuto, consideras que após isso, o Benfica jogou com uma vantagem arbitral sobre o rival neste campeonato?

Resposta:

Não, meu amigo, estás bem enganado, mesmo que tal viesse a acontecer, não seria o Benfica a jogar este campeonato com vantagem arbitral em relação ao F. C. Porto. Esses 37 minutos em superioridade numérica em cada um dos 8 jogos que faltam, seriam simplesmente, os minutos suficientes para o Benfica disputar o campeonato nas mesmas condições que o F. C. Porto disputou. Vantagem, Vantagem seria terminar o campeonato usufruindo de mais 298 minutos em superioridade numérica que o rival usufruiu, ou seja, que o Benfica usufruísse de 74 minutos em superioridade numérica em cada um dos 8 jogos que faltam disputar e o F. C. Porto nenhum minuto, isso sim seria um Benfica a jogar com condições vantajosas à Porto 2016/17.

Espero que tenha ficado evidente para si, o efeito dos penaltis e expulsões no rendimento das equipas, pois ninguém no seu juízo normal acredita que, o Benfica usufruindo de 74 minutos em superioridade numérica em cada um dos 8 jogos que faltam e também de mais 8 penaltis assinalados com o jogo empatado, o Benfica não aproveitasse tal facto para se sagrar campeão está temporada. Isso sim seria um Benfica a jogar com condições à Porto em 2016/17. O Benfica jogando com a vantagem competitiva que o F. C. Porto já jogou esta época seguramente que seria facilmente campeão em 2016/17.

Mas, facilidade arbitral é aquilo que o Benfica não esta habituado há muitas décadas. Esta a lutar pelo tetra-campeonato mesmo tendo usufruído de apenas 1 (em 2016/17), 2 (em 2015/16), 1 (em 2014/15) e 2 (em 2013/14) penaltis a seu favor assinalados com o jogo empatado, felizmente para o Benfica, o clube reúne no seu elenco vários jogadores com “pedigree” vencedor e que já foram capazes de se sagrar campeão:

  • Em 2015/16, ultrapassando numa luta taco-a-taco, um Sporting que usufruiu de 11 penaltis e 6 expulsões favoráveis (no total foram 215 minutos contra 10 jogadores). Atenção que 4 desses 11 penaltis favoráveis foram assinalados com o jogo empatado.
  • Na época 2014/15 ultrapassaram numa luta taco-a-taco, um F. C. Porto que usufruiu de 8 penaltis e 4 expulsões favoráveis (no total foram 75 minutos contra 10 jogadores). Atenção que 4 desses 8 penaltis favoráveis foram assinalados com o jogo empatado!
  • Na época 2013/14 ultrapassaram numa luta taco-a-taco, um Sporting que usufruiu de 11 penaltis e 8 expulsões favoráveis (no total foram 207 minutos contra 10 jogadores e 5 dos 11 penaltis foram assinalados ainda com o jogo empatado) e um F. C. Porto que usufruiu de 13 penaltis e 4 expulsões favoráveis (no total foram 87 minutos contra 10 jogadores). Atenção que 7 dos 13 penaltis favoráveis ao F. C. Porto foram assinalados com o jogo empatado!
É com essas contrariedades arbitrais que o Benfica terá de lutar pelo seu histórico tetra-campeonato. Se fosse fácil não seria para o Benfica! Não seria histórico! E PLURIBUS UNUM!

segunda-feira, 20 de março de 2017

Foi bué chato aquilo, ontem, najantas...

Pecaram por defeito as palavras de Luís Filipe Vieira quando ele afirmou que "o Benfica está dez anos à frente da concorrência". Sobre os concorrentes, e o numero de anos atrás do Benfica, pouco ou nada tenho a opor. Mas faltou falar nos outros, dos ejaculadores precoces, vermelhos por fora e azedos por dentro, bem mais difíceis de ultrapassar que toda a concorrência junta. Sobre estes profissionais do azedume e do mal dizer - 20 anos são curtos para contabilizar a distancia.

Para a malta que ainda continua intranquila podem regressar à vossas vidas que o jogo dajantas finalmente acabou. Não foi fácil mas o manuel oliveira, com cara de quem tinha engolido três quilos de chocos estragados, lá acabou a contenda, ia já alta a madrugada. E antes que me esqueça, para aquela meia dúzia de cretinos que dizem para aí que o campeonato do Benfica na época passada foi fruto do acaso e da sorte, também quero lembrar que, à 26º jornada, o futuro Tricampeão tinha exactamente o mesmo numero de pontos do futuro Tetra; 64. É bem capaz de doer um bocado mas é a ditadura dos números. Mesmo que não vos pareça demasiado importante, eu posso garantir que, pelo menos nestes casos, um cérebro é bem capaz de dar jeito. 

Foi bué chato aquilo, ontem, najantas. Depois do foguetório da véspera, foi do Car(v)alho meter toda aquela artilharia no cu e refazer a panóplia de cronicas já escritas, os títulos bombásticos da imprensa e os debates sobre as terríveis consequências da crise benfiquista. Assim mesmo, eu continuo num dilema que promete fazer-me passar as próximas noites sem dormir. Já podemos pensar de novo em sermos campeões ou temos que pedir licença aos especialistas que nos fizeram o enterro no Sábado? 

Se fosse a confiança dos adeptos a decidir quem ganha campeonatos - os batráquios do alvalixo seriam campeões todos os anos. Depois do que li e ouvi, após o empate em Paços de Ferreira, dou graças a Deus por a desconfiança de alguns benfiquistas ser proporcionalmente inversa à alienada cagança dos sapos. Uns, que seguem na frente com todas as possibilidades de renovarem o titulo, tornando-se tetracampeões, algo inédito na história centenária do Benfica, andam por aí à beirinha de uma depressão colectiva. Os outros, que seguem a dez pontos do primeiro lugar, a caminho do 15º ano sem cheirar o campeonato nacional, estão plenamente convencidos que, ainda durante esta época, vão bater o recorde de títulos do "rival". Eu faço ideia da farra que estará a acontecer em todos os lares lagartos! Com os empates de Benfica e clube da fruta devem estar loucos, festejando à bruta!

O João marcou um golo do Car(v)alho! Aposta na formação é, para além de reforçar a equipa principal e algumas das mais importantes da Europa, como o Barcelona, Bayern, PSG, Mónaco...ter o campeonato nacional pejado de ex-atletas do Benfica, com ou sem contrato, que o tornam, por assim dizer; um pouco mais equilibrado. Já lá vai o tempo em que os corruptos (sobretudo estes) e os lagartos brincavam aos empréstimos, com o Benfica a ver passar os...campeonatos.

Agradecimentos ao clube da fruta e à sua imensa corte de vassalos que fizeram o favor de meter em cima dos jogadores da fruta uma pressão filha da puta. Com grande inflamação anal está o brunalgas depois da zanga com o vitória de Setúbal. Valendo-se da fraude sacou-lhes o Gauld, o bandalho...e abriu caminho para o João Carvalho. 

Eu, no lugar do Benfica, faria pressão em cima do cartão vermelho escandalosamente perdoado a Felipe. Se o couraçado do justiceiro Meirim não vacilar, aconselho caneleiras de ferro para todos os jogadores do Benfica! É que o animal não brinca em serviço.

PS; se estão lembrados, eu tinha dito (AQUI) que em Paços somamos um pontinho muito importante para quando se fizerem as contas do Tetra. Grão a grão...